segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Guido Fawkes - o homem por trás da máscara

As manifestações sociais que têm sacudido o mundo nos últimos anos guardam algumas semelhanças, apesar de terem demandas muito diversificadas, dependendo do local em que acontecem:
Máscara de Guido Fawkes
  • Redes Sociais: todas foram, de alguma forma, organizadas, estruturadas, deflagradas e potencializadas pelas redes.
  • Escala Global: justamente por conta das redes sociais, jovens (mas não só eles) do mundo todo se inspiraram e fizeram sua "própria revolução".
  • Liderança Compartilhada: a descentralização de comando é uma característica geral às manifestações.
  • "A Máscara": apesar de ser o "símbolo oficial" do grupo de hackerativistas Anonymus, é comum encontrar a máscara do personagem do filme V de Vendetta em muitas manifestações.
E esse é um ponto muito interessante. Esse personagem foi baseado em uma pessoa real, um inglês chamado Guy Fawkes. E como grande parte dos manifestantes e também a maioria da imprensa ignora essa história, vale a pena contá-la.

Guy Fawkes era um soldado inglês. Mas a informação relevante é que era católico. Em 1605 (ano em que acontece a Conspiração da Pólvora, da qual Guy tomaria parte) já haviam se passado mais de 70 anos que o rei Henrique VIII, da Inglaterra, criara a Igreja Anglicana, rompendo laços com Roma e com a Igreja Católica. Tudo para poder casar de novo (filmes como  A Outra ou a série The Tudors contam bem essa história). Os britânicos que não aceitaram a decisão do rei foram perseguidos. Houve uma série de rebeliões e muitos foram executados por traição. Aliás, essa questão até hoje gera conflitos no Reino Unido (vide Irlanda).

Mas, voltando ao cara da máscara, a ideia da turminha de Guy era simplesmente explodir o Parlamento Inglês, numa sessão em que estariam presentes o então rei Jaime I e todos os deputados. Como era especialista em explosivos, coube a Guy "preparar a surpresa". No entanto, como perceberam que muitos inocentes iriam morrer (inclusive católicos), os conspiradores mandaram avisos para algumas pessoas para que não se aproximassem do parlamento no dia 05 de novembro, data em que haveria a tal sessão solene com a presença do rei.


Guido Fawkes
Acontece que uma dessas mensagens foi interceptada e a guarda real foi dar uma conferida nos porões do Parlamento. Chegando lá encontraram Guy literalmente com a mão na massa: ele estava estocando nada menos do que 36 barris de pólvora (daí o nome da conspiração), suficientes para explodir o Parlamento, o Big Ben e mais uns quarteirões na volta...

Ele foi preso e brutalmente torturado. Acabou entregando os outros conspiradores que, assim como Guy, foram condenados por traição, torturados e executados. O episódio serviu como pretexto para Jaime I intensificar as perseguições aos católicos.

O nome "Guido" aparece frequentemente porque Guy era simpatizante dos espanhóis, católicos fervorosos e inimigos da coroa britânica, e preferia a grafia hispânica de seu nome.

O filme (e a graphic novel) V for Vendetta são baseados na história de Guido Fawkes. Por isso é muito comum, atualmente, associarem a máscara muito mais ao filme do que ao personagem que o inspirou. Mas na Inglaterra todos sabem exatamente o que esse rosto representa. Tanto que, até hoje, toda vez que o rei (hoje a rainha) vai ao parlamento é feita uma revista nos porões.

E ainda hoje, no dia 05 de novembro, muitos ingleses saem as ruas para "malhar" bonecos representando Guido Fawkes (mais ou menos como alguns lugares por aqui costuma fazer com bonecos de Judas). E nessas ocasiões, também chamadas de Noite das Fogueiras, entoam-se estes versos, que têm mais de 400 anos:

"Remember, remember, the 5th of November
The gunpowder, treason and plot;
I know of no reason, why the gunpowder treason
Should ever be forgot."

É uma história incrível, que já rendeu muitos livros, filmes e agora chega na era do ativismo digital. Embora poucos conheçam a verdadeira história do homem por trás da máscara.

2 comentários:

  1. acho que vou colocar esta mascará e dar uma voltinha lá por Brasilia....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparece com ela no Congresso (e mais 36 barris de pólvora)!

      Excluir